Login

Lost your password?
Don't have an account? Sign Up

Home / IndústriaAlta temperatura / Fornos de alto vácuo

FORNOS DE ALTO VÁCUO
E PRENSAS QUENTE

Fornos de alto temperatura com alto vácuo, controle de atmosfera de gás inerte, prensas a quente

A OXY-GON é uma fabricante e projetista de fornos a vácuo, para alta temperatura e atmosfera inerte. A empresa está localizada nos EUA e possui clientes em segmentos como indústrias aeroespaciais, cerâmica, comunicações, informática, metalurgia, eletrônica, energia nuclear, fibra óptica, defesa e pesquisa e desenvolvimento.

A linha inclui um forno de recozimento com temperaturas de até 3000° C e que opera em alto vácuo, ultra-alto vácuo e em atmosferas inertes, nitrogênio, hidrogênio e gases redutores. Outros produtos incluem fornos a gás e elementos purificadores, além de fornos de tungstênio.

Visão Geral da Linha de Produtos Oxy-Gon

  • Fornos de purificação de gás
  • Fornos regenerativos
  • Fornos de aplicação universal
  • Fornos de carga inferior
  • Prensa a quente
  • Fornos de desenho de fibra
  • Fornos de tubos de carga final
  • Fornos de carregamento superior
  • Fornos de crescimento de cristal
  • Fornos de testes de tração/resistência
  • Fornos com elementos de molibdénio
  • Fornos com elementos de tungstênio

Fornos à Vácuo - Propósitos Gerais

São fornos de aplicação universal. São projetados para proporcionar anos de serviço contínuo, exigindo um baixo custo de investimento. O forno pode ser levado até uma temperatura máxima de 3.000 °C (5432 °F) e operar em vácuo, atmosfera inerte, nitrogênio ou hidrogênio. Geralmente, o sistema básico de forno inclui os seguintes componentes:

  • Zona de calor
  • Sistema de alimentação
  • Sistema de evacuação
  • Sistema de gás inerte

A câmara, a porta frontal e tampa traseira são de paredes duplas, feitas em aço inoxidável 304L. Cada componente é eletro-polido para atingir a mais alta qualidade de vácuo.

As portas são incorporadas na câmara e a porta frontal tem uma janela para visualização, termopares, ou com um pirômetro óptico. Na montagem do elemento frontal são utilizadas chaves de prata banhada a cobre. Isso elimina a necessidade de cabos de energia para serem montados na porta frontal. O acesso para a área de trabalho da zona de calor é fácil devido ao posicionamento do elemento, em que metade está localizada na porta de frente.

O elemento e pacotes de blindagem podem ser fornecidos em molibdênio, tântalo, tungstênio ou grafite, dependendo da temperatura de trabalho da unidade. Os tamanhos da zona de trabalho podem variar de uma polegada de diâmetro por um centímetro de altura a quatro polegadas de diâmetro por oito centímetros de altura.

Prensa a Quente - 5 a 150 toneladas

As prensas a quente da OXY-GON são parte de um projeto que pode ser considerado o “estado da arte” em prensas a quente, permitindo construir equipamentos de fácil operação e que proporcionam anos de serviço contínuo. Geralmente, o sistema básico da prensa a quente inclui os seguintes componentes:

  • Câmara
  • Zona de calor
  • Sistema de alimentação
  • Gabinete de controle e instrumentação
  • Quadro/frame
  • Sistema hidráulico
  • Sistema de bombeamento de alto vácuo ou de evacuação
  • Sistema de gases inertes/nitrogênio

Outros modelos de prensa estão disponíveis dentro dos seguintes parâmetros:

  • Força: 5, 10, 15, 25, 50 ou 100 toneladas
  • Tamanhos da zona de calor: diâmetros de 1″ a 14″ e comprimento de 20″
  • Elementos de aquecimento: molibdênio, tungstênio, grafite ou tântalo; todos com escudo de isolamento térmico adequado
  • Temperatura: 500 °C a 2500 °C
  • Ambientes: Gás 2 PSIG para 2500 °C, Rough ou High Vacuum; em 2300 °C, níveis de 10^-2 Torr a 10^-6 Torr.

Principais Aplicações

Fornos à Vácuo

  • Tratamento térmico
  • Soldagem
  • Difusão e colagem
  • Extensometria
  • Prensagem a quente
  • Extinção
  • Fusão
  • Sinterização,
  • Crescimento de cristal
  • Desgaseificação
  • Processamento de vidro

Prensas Quente

  • Estudos de ligação por difusão
  • Compactação a quente de óxidos, nitretos, boretos, carbonetos, sulfetos, além de suas misturas até densidades teóricas próximas
  • Sinterização

Escreva para nós para mais informações